top of page
  • Foto do escritoranacef

Dia do Avaliador 2022: brindes e surpresas para os Associados

Atualizado: 5 de dez. de 2022

Além dos tradicionais brindes, a Anacef anuncia o documentário especial pelos 20 anos da Associação


Foto: Leonardo Savaris


Hoje, 1º de dezembro, é celebrado o Dia do Avaliador. Uma data especial para esses trabalhadores que dedicam suas vidas a mudar o rumo de outras vidas através do Penhor. A Associação dos Avaliadores de Penhor da Caixa (ANACEF) parabeniza todos os Avaliadores nesse dia e agradece a confiança e união em prol dessa categoria tão importante para a população brasileira. Em 2022, a data é duplamente especial, já que foram iniciadas as gravações do documentário sobre os 20 anos da Anacef, que completará duas décadas de fundação em 2023.

O documentário é uma forma de resgatar as memórias de personalidades importantes que ajudaram a consolidar a atividade de Avaliador de Penhor. Uma delas é Noé Ferraz de Campos, um dos Avaliadores que, nos tempos recentes, mais contribuiu para a evolução técnica da profissão, tendo sido responsável pelo desenvolvimento da fórmula do Cloreto de Estanho e pela introdução da balança hidrostática em nossa atividade.

Na época em que Noé trabalhava como Avaliador, começaram a surgir itens de prata paládio que imitavam ouro branco e, por ser uma liga nova, os Avaliadores da época tinham dificuldade na identificação. Foi nesse período que Noé desenvolveu o reagente para auxiliar os colegas nas avaliações de ligas brancas.

Além desta importante inovação, Noé também exerceu papel relevante na formação de novos Avaliadores, atuando como instrutor por 18 anos e, quando esteve no Laboratório de Penhor, contribuiu ativamente para a atualização dos colegas através da idealização e organização, junto com Sônia Lopes, de boletins técnicos de periodicidade bimestral, com edições extras sempre que surgissem novidades muito relevantes para o Penhor.

Essa e outras histórias você poderá conferir no documentário que tem previsão de lançamento para 2023.


Confira trechos da entrevista com o Noé, que fará parte do documentário de 20 anos da Anacef:

Pra você o que é ser Avaliador de Penhor?

“É uma função interessante, inclusive histórica. A história da humanidade tem a participação do Avaliador. Quando me convidaram para ser Avaliador eu fiquei bem curioso pra saber como eu iria entrar nessa. Aceitei logo. Achei aquilo bem interessante pela função ao mesmo tempo técnica e que mexe com a fantasia das pessoas, mexe com jóias e (na época) com mercadorias também, coisas que têm a ver com a história da humanidade. Pra mim foi uma experiência muito interessante. Gostei. Não me arrependi nunca por ter optado. Tem coisas na vida que a gente pensa depois que poderia ter feito diferente, que poderia ter seguido outro caminho, mas nesse caso nunca me arrependi.”

Qual conselho você daria para os novos Avaliadores de Penhor, que estão assumindo a função agora?

“Se eu estivesse no lugar deles, eu me sentiria honrado em exercer esta função, que é uma função interessante, sempre foi. Mas em matéria de conselho, que se mantenha atualizado, pesquise, estude, acompanhe. Atualmente a internet facilita muito, esses grupos são bons demais, porque muitas vezes o cara se salva de uma arapuca.”

Apesar de aposentado há quase 20 anos, Noé segue acompanhando os grupos que tratam de assuntos relacionados ao Penhor.

“Eu acompanho alguma coisa. Não leio muito, mas quando vejo que tem figurinhas, me chamam a atenção. Raramente me sinto compelido a dar alguma resposta, pois todos respondem muito bem e vejo que estão ficando cada vez mais competentes tecnicamente. Só quando surge alguma coisa diferente, que talvez a pessoa não tenha passado por aquilo, dou algum pitaco. Se não, fico me deliciando com o desempenho da turma.”


Sobre o Dia do Avaliador, Noé recorda que Santo Elígio, também conhecido como Elói, foi um ourives honesto. Algo tão raro para a época, que foi elevado à categoria de santo.


Santo Elói presente nas comemorações em sua homenagem em Porto Alegre.

A libação, que é o ato de oferecer ou derramar bebida alcóolica em homenagem a um deus ou santo, foi trazida ao Brasil pelos portugueses, mas remonta uma antiga tradição grega e romana. Os descendentes ofereciam líquidos a seus deuses, os familiares mortos, de modo que sorvessem o alimento, mesmo que estivessem debaixo da terra.



ORAÇÃO A SANTO ELÓI


Divino Santo Elói:

Salvai-nos das zircônias;

Guardai-nos dos chapeados;

Protegei-nos das fraudes,

falsificações e imitações.

Rogai ao Todo-Poderoso

Que ilumine os que pensam

Que Avaliador é caixa.

Amém!



Presentes para os Avaliadores: saiba como garantir o seu

Mais uma vez os Avaliadores poderão celebrar sua atividade com brindes oferecidos pela Associação, como forma de homenagem. Neste ano, cada associado que estiver com as mensalidades em dia poderá escolher um brinde: caneta ou camisa. Há duas opções de canetas personalizadas (tinteiro ou rollerball), além de opções de camisas bordadas, pólo e baby-look.



Se a escolha for pela camisa, é preciso contribuir com R$30 para viabilizar a confecção.


A entrega dos brindes, tanto das camisas como das canetas, ocorre a partir de janeiro. Para obter seu brinde, basta preencher o formulário abaixo e manifestar interesse no item que deseja:



Foto: Leonardo Savaris


Parabéns colega Avaliador!

Corra para reservar o seu brinde! Noé já garantiu o dele.

1.376 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

EDITAL DE CONVOCAÇÃO - ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Edital 01/2024 A Associação Nacional dos Avaliadores de Penhor da Caixa Econômica Federal (ANACEF), pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 07.001.021/0001-70, com sede na rua Re

Comments


bottom of page