Nota de falecimento: Pedro Eugênio Beneduzzi Leite, ex-presidente da FENAE



A Associação Nacional dos Avaliadores de Penhor da Caixa Econômica Federal (ANACEF) lamenta profundamente a morte repentina do ex-presidente da FENAE e criador do Instituto Datagênio, Pedro Eugênio Beneduzzi Leite, na última quarta-feira, 24 de março, em Brasília/DF.


Referência para antigos e novos empregados da Caixa, Pedro Eugênio iniciou sua militância no mesmo ano em que foi admitido no banco, em 1982. Deixa a esposa Isabel Gomes, filhas e netos, além de um rico legado de mais de 30 anos de luta em defesa da Caixa pública e contra a retirada dos direitos de seus empregados.


Em sua trajetória de luta, sempre esteve à frente do movimento associativo e sindical, atuando em princípio na APCEF/PR e Sindicato dos Bancários de Curitiba, posteriormente chegando à presidência da FENAE por dois mandatos consecutivos, de 2008 a 2014. Sua gestão foi marcada por grandes investimentos nas APCEFs, visando a revitalização de suas sedes sociais e a ampliação das ações para promoção do bem-estar dos empregados do banco público. Também atuou no Movimento Solidário e desenvolveu projetos de incentivo à sustentabilidade e cuidados com o meio ambiente.


Após sua aposentadoria, continuou contribuindo com a mobilização dos empregados, desenvolvendo um relevante trabalho de informação através do conhecido Plantão Datagênio, divulgado em suas redes sociais. Nas publicações, Pedro Eugênio construía narrativas objetivas sobre as principais notícias do banco, defesa dos direitos dos empregados e da Caixa pública, além de emitir opiniões sobre a conjuntura no Brasil. Mesmo quando as notícias não eram boas, procurava encerrar com uma mensagem positiva aos colegas.


Neste momento de dor e luto, a ANACEF se solidariza com a família, amigos e colegas pela perda irreparável de Pedro Eugênio. Certamente fará muita falta, por isso precisamos seguir firmes os ideais e propósitos pelos quais ele dedicou a vida.


Avante!

90 visualizações0 comentário